Seja bem-vindo.

Releases
(13/07) Mangalargas e ovinos são julgados na Expô
Mais de 80 animais cavalos da raça Mangalarga participam entre hoje e amanhã dos julgamentos de mais de 25 categorias da raça. Os julgamentos fazem parte da programação rural (chamada Agro SIRAN) da 60ª Exposição Agropecuária de Araçatuba (Expô) – o maior evento de agronegócio do Noroeste Paulista – e estão sendo realizados no Recinto de Exposições Clibas de Almeida Prado.

De acordo com o organizador Gustavo Lopes, os resultados dos julgamentos realizados durante a feira são contabilizados no ranking nacional da raça. “Estes julgamentos influenciam lá no final do ano, quando os melhores animais de 2019 serão reconhecidos. Cavalos de todo o país participam”, explica ele. Segundo Lopes, os animais trazidos a Araçatuba têm preços que variam de R$ 20 mil a R$ 300 mil. No sábado, os julgamentos seguem das 8h30 às 14h, na pista central, em frente à Casa do Nelore.

Considerado o principal cavalo de sela do mundo, o Mangalarga surgiu no Brasil há mais de 200 anos. A marcha é a principal característica da raça, que é considerada única. Com passadas firmes e elegantes, a raça atrai a cada dia novos apaixonados. O Mangalarga tem morfologia única, com frente leve e pescoço descarnado, garantindo leveza aos movimentos. Paleta inclinada e comprida proporcionam mais conforto ao cavaleiro. Já a garupa forte oferece explosão nos arranques.

Ovinos

Também começaram nessa sexta e seguem até o sábado (13) os julgamentos dos ovinos. Os 150 animais participantes, de cinco raças (Dorper, Ile de France, Santa Inês, Suffolk e White Dorper), que pertencem a 15 criadores, entraram no recinto no dia 10 e sairão no domingo (14). Eles farão parte da 22ª Exposição de Ovinos, que conta com animais para julgamento, exposição e comercialização. Os julgamentos serão ranqueados pelo torneio Cabanha do Ano, da Aspaco (Associação Paulista dos Criadores de Ovinos), e pela Associação Brasileira de Criadores de Ovinos Suffolk (ABCOS).

Segundo o criador e um dos organizadores dos julgamentos, Gustavo Martins Ferreira, o preço médio dos animais presentes na Expô giram em torno de R$ 5 mil. No sábado, os julgamentos serão realizados no período da manhã, até o início da tarde, na pista que fica nos fundos do pavilhão de ovinos.

Palestras

No período da manhã, também foram realizadas três palestras técnicas. O tema da primeira foi Qualidade do leite: a legislação como ferramenta produtiva na atividade leiteira. A segunda, Realidades e desafios da produção de leite orgânico. Estas duas, ministradas pelo diretor do Centro de Pesquisa de Bovinos de Leite do Instituto de Zootecnia, Luiz Carlos Roma Júnior. E a última, Sucessão familiar, com o consultor do Sebrae-SP, Aldo Rezende.

A três palestras fizeram parte da Caravana Família Nação Agro, ação de fomento ao agronegócio, promovida pelo Canal Rural, em parceria com o SIRAN, FAESP/Senar-SP, Sebrae-SP e CDRS (Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável). De acordo com os organizadores, mais de 150 produtores rurais participaram das palestras, reunindo o maior público da caravana no estado de São Paulo, neste ano.

No sábado (13), às 9h, será realizada a palestra Agricultura sustentável, com o consultor técnico da Associação dos Produtores de Agricultura Natura (Apan), Kunio Nagai.

 


Página Anterior
 

Melhor Notícia Comunicação - Todos Direitos Reservados

Twitter
Youtube
Facebook
FlickR